Rosane - Taróloga
[tarot][carousel][6]

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Carta do Dia: o lado oculto do 3 de Copas

maio 08, 2019
Hoje a proposta é fazer as vezes de advogado do diabo e investigar o lado oculto de uma carta. Para fazê-lo, conto com a ajuda de um novo tarot e 2 colegas de profissão.

O novo tarot é o Tarot of New Vision, concebido por Pietro Alligo e projetado pelos irmãos Raul e Gianluca Cestaro (tinham que ser 2!),  lançado em 2003, quase cem anos após o lançamento do tarô criado por Arthur Edward Waite. Eles propunham uma visão, no mínimo, inusitada do tradicional tarot Waite, brincando com o que haveria nos bastidores, por detrás de cada carta. Prefiro pensar esta mudança de perspectiva - afinal eles simplesmente invertem a ótica do que é visto - como se fosse o 'verso' de cada carta. A sombra dela. Proponho aqui a visão in versa da carta 3 de Copas, com o uso desta nova ótica.

Já os 2 colegas que me refiro para ajudar na interpretação desta carta são os tarólogos NELISE VIEIRA, da qual transcrevo seu olhar 'egípcio' sobre um dos aspectos oculto desta carta (o Apostolado), e o tarólogo ALEX, que fala sobre outro 'achado', o 2 de Espadas.

Eis o resultado desta 'brincadeira' de esconde-esconde:

3 de Copas, à luz do
Tarot Waite
Porque o 3 de Copas: Poderia analisar qualquer carta, mas esta me chama a atenção por um motivo específico, bem pessoal. Eu e 2 amigas há algum tempo conversamos sobre trabalhar juntas com cultura. Ambas nos encontramos há exatos 12 meses, numa campanha política. Éramos uma 'tríade' já naquela época. 3 mulheres em posições pilares na campanha: eu, como roteirista, minha amiga de Florianópolis como produtora e a terceira, residente no RJ, como estrela e porta-voz da campanha. 3 naipes diferentes, representados nas cartas pelas cores: uma dama de espadas (branco/metal/eu), uma de copas (vermelho/coração/a do RJ) e a terceira, dama de ouros (amarelo/dinheiro/de Floripa). Juntas, dançando em círculo, as damas, nós, mostrávamos igual força, unindo nossos dons e levantando nossas taças (talentos) como um brinde à vida. A cena parece feliz e harmônica. E éramos assim, as três, na campanha: por mais triste que fosse o cenário da política, nós, ali, éramos uma só, unindo nossos talentos e brindando à vida. Continuamos brindando à nossa união quando decidimos que juntaríamos nossos talentos e continuaríamos ligadas pela nossa paixão: a arte.

3 de Copas, às sombras do
tarot da 'nova visão'
O outro lado do 3 de copas

Mas tudo na vida tem um outro lado... e esta mesma carta revertida, através da ótica do 'tarot da nova visão', mostra em detalhes uma situação um pouco diferente. Nem as damas são iguais, nem suas atitudes. E talvez o resultado do que aparentemente vemos como 'um brinde à vida' signifique muito mais do que isso.

Vamos analisar as PERSONAGENS das cartas, através da diferença de como se mostram. As roupas representam a imagem que queremos expressar enquanto também é o nosso abrigo, nossa proteção contra as intempéries do mundo. Ela mostra nossas máscaras e nossa POSIÇÃO sócio-econômica. Neste sentido, vemos a dama de espadas com o corpo mais à mostra. Ela veste uma única túnica branca, de mangas curtas, mais pueril, não demarcando sua cintura, evidenciando sua simplicidade e vulnerabilidade. Até mesmo sua pobreza. Ela parece também a mais jovem das três. A dama de ouros está com 2 túnicas, na verdade. Por debaixo da sua túnica dourada curta e de mangas médias, ela revela a que realmente cobre sua pele - branca, no tarot Waite e rosa, no tarot da 'nova visão'. Isto é, ela parece ter 2 identidades, como se aparentasse riqueza, leveza e sobriedade, mas fosse vulnerável social e emocionalmente. Ela também segura em sua mão esquerda um cacho de uvas. Graças à abundância de suas sementes, as uvas simbolizam a fertilidade. O bem-estar material que vem de uma união proveitosa. Prazeres e luxúria também estão relacionados, como se a nossa dama carregasse numa das mãos o seu talento e, noutra, seu poder de atração e sedução, que lhe traz sustento. Já a dama de copas é a que está mais ricamente vestida, com uma capa sobre sua túnica vermelha de mangas longas. Esta é a mais passional, reservada e a que também é mais 'protegida' das três . Sua capa reflete suas 'costas quentes'; isto é, ela tem a proteção de terceiros. Sua exuberante túnica marca sua cintura, evidenciando sua feminilidade e ligação com a maternidade. Ela é a que está mais 'estabelecida' das três e a que mostra atitudes mais recatadas e sóbrias, condizentes a uma mulher mais madura. É a mais calorosa e terrena de todas.

Já na ação da carta, reparamos na ATITUDE das 3 damas. Primeiro, vemos que não são iguais as mãos que seguram as taças. Mãos expressam MOTIVAÇÕES. Enquanto as damas de ouros e copas erguem suas taças destramente, a de espadas ergue sua taça com a mão esquerda. Isto é, enquanto para a dama de ouros e copas, seus talentos (taças) são movidos pela razão, para a dama de espadas, o seu talento vem do coração. Ela quer se unir às demais pelo afeto, não somente por interesse. E ergue sua taça mais alto que as demais, como que propondo o brinde. Aqui, analisamos a DINÂMICA da relação das três. Parece que quem brindaria com a dama de espadas seria a dama de copas, que está diante dela. Porém, a dama de ouros, ao invés se unir a elas, posiciona sua taça como uma interposição ao brinde, bloqueando a união das demais damas. E nesta posição de braços, se evidenciam duas situações: 1) os braços das damas de ouros e espadas formam uma cruz invertida; 2) a cruz 'cega' a dama de copas. Vemos o destino de uma situação pela forma como conduzimos nossas ações. Oras, o que significa uma cruz invertida e a cegueira da dama? 2 cartas do tarot são marcadas por estes símbolos: a carta 12, do Apostolado (cruz) e a carta 2 de espadas (cegueira). A carta do Apostolado fala sobre o trabalho de fé. A do 2 de espadas, sobre uma decisão.

Qual será o futuro das nossas damas? Abaixo, a visão dos dois tarólogos:


12 - O Apostolado, por Nelise Vieira:

"O Apostolado significa a mudança de vida que acontece quando encontramos uma direção mestra para o nosso real desenvolvimento. É como se nesse momento nós pudéssemos encontrar um mestre que diz tudo o que a gente pensa, mas nunca expressou com aquela clareza que o mestre está manifestando. O ideal, a filosofia de vida fica clara, e assim nós damos permissão a nós mesmo de deixar para trás os velhos valores, os velhos ideais, e passamos a focalizar toda a nossa energia no novo ideal. Como a mudança de vida que acontece quando o apóstolo teve a revelação que o levou a dedicar sua vida aos seus ideais. Por isso esta carta simboliza mudanças de vida radicais. Normal sempre depois que você atinge um objetivo muito importante que consumiu toda a sua energia por anos. Por isso representa um momento onde você está conseguindo atingir objetivos muito importantes, que faziam parte de uma série de tarefas, onde você buscava provar o seu valor e suas capacidades. Ela mostra então que você provou o que queria provar, para si mesmo, e para a família. Então ela traz a libertação de uma série de obrigações, culpas e preconceitos, deixando-o mais livre para definir melhor agora seus objetivos; mais centrado na sua missão, do que no que os outros acham que deveria seguir. Libertação, possibilidade aberta para desenvolver outros aspectos do seu ser. Focalizar a energia no seu real projeto de vida." (Nelise Vieira)

O 2 de Espadas, por Alex Tarólogo:

"O 2 de Espadas é uma carta que nos mostra que estamos lidando com o isolamento. O intelecto, sozinho, pode nos conduzir a uma forma obsessiva de pensar. Nós analisamos e analisamos, uma, duas, três, muitas vezes, e não chegamos a lugar algum. Nada concluímos. Isso implica pensar que deveríamos descartar nosso lado racional? Não. Isso significa que devemos equilibrar e integrar esse nosso lado lógico, intelectual com outras funções da consciência. Assim como precisamos de emoções para vitalizar os nossos pensamentos, nós precisamos da razão para controlar o nosso mergulho nessas mesmas emoções. O significado primário do 2 de Espadas é de que há algo que não desejamos ver, não desejamos nos conscientizar. E por que isso? Porque não queremos agir. Não queremos tomar uma atitude. Se não vemos o motivo do problema, nos consideramos isentos de nos responsabilizarmos por ele.  Essa carta nos fala de uma decisão, de uma escolha que necessitamos tomar e que, possivelmente, não estamos aptos a fazer. Isso frequentemente acaba nos paralisando, deixando-nos sem ação, imobilizados num rosário de dúvidas. É quando a mente nos falha, nos impedindo de fazer uma opção, escolher um caminho ou de imaginar uma solução que seja viável para uma determinada situação. É chegado o momento de questionar-se o quanto participa ativamente da sua própria vida. Será que o Consultante vê as coisas como elas realmente o são? O quanto ele está experimentando uma dicotomia, vítima de seu pensamento dualista? Representa uma ruptura na harmonia. O Consultante pode estar se sentindo em meio a dois fogos cruzados, no meio de uma batalha, pressionado por lados opostos."

quarta-feira, 13 de março de 2019

7 de Ouros

março 13, 2019
O Sete de Ouros retrata uma jovem descansando após seu longo trabalho de cultivo. Ela tem se esforçado muito e vê que a sua colheita será farta. Parece que o seu trabalho valeu a pena. Ela olha pensativa para a sua riqueza (pentáculos/ouro) nas árvores/arbustos como quem contempla o valor dos seus esforços. Finalmente está tendo um tempo para admirar o resultado do que plantou.

O Sete de Ouros indica que, se você tem trabalhado duro ou tem se esforçado muito em algo, ele vai finalmente lhe dar retorno. Seu esforço será certamente reconhecido e você verá os resultados e recompensas do seu trabalho. Talvez você tenha trabalhado em algum projeto bastante desafiador e importante nos últimos meses, e é provável que ele tenha chegado a um ponto culminante.

Porém, atente que a moça da carta não está muito feliz. Parece até mesmo frustrada ou preocupada. Esta carta indica que você tem trabalhado muito, mas que talvez esteja se sentindo preocupado com a recompensa dos seus esforços. Este pode ser um grande momento de você avaliar em que tipos de empreendimentos tem colocado a sua energia. Você não quer continuar colocando seu coração e alma em algo que não dê o devido retorno e, sem dúvida, você começou a ver que existem algumas áreas em sua vida que estão apenas sugando a sua energia e não lhe devolvendo o que você espera.

Tempo de balanço


Esta carta segue o Seis de Ouros, que indicava o fim de um difícil período de dificuldade financeira ou material. No Sete de Ouros, a situação se inverteu e agora você está experimentando as recompensas do seu trabalho. No entanto, a questão que se coloca é se os frutos deste trabalho de fato valem o esforço para adquiri-los. É muitas vezes no momento de maior sucesso que você percebe que o que você desejou tanto é, na verdade, um pouco decepcionante e, talvez, não valha todo o esforço.

O lado positivo do sete de ouros é que você está passando por um aprendizado para investir melhor o seu tempo para dar mais valor a ele. Você está entendendo o valor de colocar sua energia em projetos que durarão, não se interessando por investimentos rápidos ou de risco. Você está aprendendo a trabalhar pela sustentabilidade do seu negócio/relacionamento.

Esta carta o chama para priorizar suas atividades com muito cuidado. Você precisa fazer uma análise do custo-benefício sobre as suas tarefas para levar o seu projeto adiante, pois há certamente um número de tarefas que estão atualmente tomando muito do seu tempo e energia, mas não estão rendendo as recompensas que você está procurando. Faça um balanço do que você ainda precisa fazer e se concentre apenas nas coisas que vão levá-lo aonde você quer estar. Você pode achar que há um monte de coisas em que você se envolveu e que não estão agregando valor à sua vida. Por exemplo, e-mail e reuniões são grandes desperdiçadores de tempo se não forem usados de forma eficaz.

Como uma força fundamental, o Sete de Ouros pode indicar que você sabe quando parar de investir em algo quando está vendo pouco retorno nele. Algumas pessoas estão inclinadas a se manter perseverantes em alguma coisa, mesmo sem retorno, só porque eles já investiram muito tempo, energia ou dinheiro nelas. No entanto, você é muito bom em identificar quando a situação já não lhe traz qualquer valor e sabe quando parar e tentar outra coisa.

Separe o Joio do Trigo



No geral, o Sete de Ouros indica que você tem trabalhado muito duro para lançar as bases de seu relacionamento/negócio, mas agora, por alguma razão, você está preocupado em perder tudo isso. Você também pode estar se sentindo frustrado sobre a relação não estar progredindo ou crescendo tão rapidamente como você esperava, sobretudo tendo em conta o tempo e energia que você colocou nele. Você pode chegar à conclusão de que ele simplesmente não vale o seu tempo e não importa o quanto você tente, a relação vai continuar tendo obstáculos.

O final? Paciência...


Seja paciente e aprecie o progresso que você fez até agora. Reconheça que tudo que você está colhendo, é resultado do que plantou. Se o seu trabalho ainda não o pagou conforme o planejado, repense suas expectativas e faça as mudanças que necessita. Mas tenha em mente que não há garantias. Seja grato e mantenha o foco no presente, fazendo o máximo que você puder com os recursos que dispõe. Certamente o resultado virá.

terça-feira, 5 de março de 2019

Arcano O Louco e o discurso de Dilma Rousseff

março 05, 2019

O que foi este discurso da nossa presidente no Dia das Crianças? 


O Arcano O Louco, literalmente cuspido e escarrado! Palavras quase ininteligíveis e, incrível, citando ainda o cachorro que segue a criança, exatamente como a imagem do arcano (veja abaixo). Não é uma loucura? Ninguém entendeu o que ela quis dizer...

Não se faça de louco!
Você sabe muito bem pra
onde vai, não é mesmo,
seu Louco?
Mas o que ninguém entende de verdade é que O Louco é assim mesmo... fala por códigos, numa língua que parece que só faz sentido pra ele. Mas não nos enganemos... o que para nós é 'loucura' é só o que a nossa mente não abstrai. Quantos mestres não andarão por aí na pele de andarilhos, tidos por loucos? Por psicopatas? Por esquizofrênicos? Não vemos o que eles vêem... e só isto nos dá o precedente de julgar. Loucos somos nós que repetimos ideias falsas como se fossem verdadeiras, muitas vezes por pura pretensão intelectual! Exatamente como na frase que citei acima: CUSPIDO E ESCARRADO.

Tenho certeza que muita gente leu e pensou... "olha só, está falando errado. Todo mundo sabe que este verbete não tem lógica... ele veio da expressão “esculpido e encarnado” ou de “esculpido em carrara”. Cuspido e escarrado não faz sentido algum!"


Será? Pois o prof. José Carvalho diz que não. Diz ele que estamos nos corrigindo de um erro que não existe! O mundo anda nos tirando de loucos quando estamos bem certinhos. Segundo ele, "A expressão “cuspido e escarrado” veio do verbo cuspir mesmo, reforçado pelo sinônimo escarrar." E porque cuspido e escarrado é igual a 'idêntico tal qual'? Segundo o mestre, o cuspe, na crença popular, tinha um valor apotropaico (cruzes, que palavrão!). Isto é, um valor que afugenta os males, daí o sentido físico e moral de despuo - afastar um mal, cuspindo.

Lembremos que Jesus curou um cego com sua saliva (João, 9:6). A saliva é considerada uma secreção com poderes mágicos que cura ou corrompe. Uma cura homeopática, pelo princípio da semelhança. O que houve em português foi o acréscimo de “escarrado” à expressão “cuspido”, como reforço.


Ah! E para quem precisa de uma sentido para o que a nossa presidente disse (influenciada, certamente, por arte de alguma entidade brincalhona - tadinha!), basta entender a figura do Arcano.

Traduzindo: 'O dia das crianças é o dia para lembrar que somos todos crianças neste mundo, trazendo como bagagem todos os ensinamentos dos que nos guiaram até aqui - mãe, pai, professores. E que por mais insegura que seja essa nossa jornada aqui na terra, precisamos confiar no nosso animal interno, o nosso instinto. Se cuidarmos dele, ele sempre estará nos cuidando contra todos os perigos em que nos colocamos por conta da nossa dispersão'.

Falou e disse, presidente. Ninguém entendeu, mas que vc falou, falou.

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Rei de Paus

fevereiro 17, 2019
Rei de Paus: a energia em ação

Imagem


O Arcano do Rei de Paus mostra um rei sentado num trono segurando um bastão verdejante representando o domínio que tem sobre o elemento fogo e sua capacidade de criar vida. Seu trono contém imagens de leões e salamandras, traduzindo o seu caráter de nobreza e coragem em que se assenta o seu poder. Uma pequena salamandra negra está ao seu lado, olhando para o mesmo lado que nossa personagem.

A salamandra que, segundo povos antigos era capaz de viver no fogo sem ser por ele consumido, de acordo com a psicanálise junguiana representa a renovação e a superação de desafios e obstáculos pessoais. Como a fênix, este rei pode literalmente se reinventar mesmo após grandes derrotas.

Interpretação


Conforme os símbolos da imagem já revelam, temos diante da figura deste Arcano a imagem do poder da vontade (fogo) que supera qualquer obstáculo e adversidade. É a atitude focada e dirigida de um líder forte, corajoso, visionário e com grande capacidade de criar vida onde muitos não veem nada. É como aquele empreendedor que enxerga nichos e é capaz de tirar deste segmento, o sustento não apenas de si, mas dos que caminham com ele.

Sobre este estilo de condução da vontade, há que se observar a diferença deste rei (e rainha) com relação às demais figuras deste naipe de fogo/paus. Enquanto para os demais Arcanos o foco está no interesse em criar e implementar por si só as suas ideias, neste Arcano observamos a escolha pela maestria.

Agora, somos mestres da nossa vontade. Aprendemos a conter os nossos impulsos e agressividade. Também não somos mais vítimas da nossa própria criatividade que, muitas vezes, nos levou a correr riscos pela emoção do momento ou mesmo 'queimou a nossa imagem'. Aprendemos com o tempo a controlar nossos desejos e a canalizar positivamente nossos impulsos criativos. Podemos, agora, direcionar a nossa ação, vontade e criatividade para criar algo maior e sustentável.

O Rei de Paus revela nosso interesse não mais em dar vida por nós mesmos às nossas ideias criativas. Mas no prazer em delegar. Somos agora os líderes visionários, capazes de ter visão estratégica sobre as questões e chamar outras pessoas capazes para nos ajudar a concretizá-las.

Áries é outro signo de Fogo associado a este Rei



A saída do Rei de Paus simboliza, portanto, que você tem uma forte visão empreendedora. Você sabe onde quer chegar e agora, pela sabedoria e know how que adquiriu com o tempo (até mesmo pelas derrotas e seguidas recuperações), naturalmente é capaz de atrair as pessoas certas para segui-lo/a. Seu carisma, foco, determinação, coragem e visão empreendedora são capazes de atrair e manter colaboradores fieis a você e aos seus objetivos.

Outra interpretação deste Rei simboliza o surgimento de uma oportunidade. Cabe a você aceitá-la ou não. O fato é que você pode ser o fator determinante do sucesso ou fracasso desta oportunidade. Se aceitar e acreditar firmemente nesta situação que se apresenta, pode estar certo/a: você será bem sucedido/a. Se não se comprometer muito, também o resultado estará de acordo com o seu nível de envolvimento.

É tempo, portanto, de você entender que nem sempre somos nós os responsáveis pelo nosso sucesso. Muitas vezes o tempo, as demais pessoas e até o fator sorte influencia no resultado final. Mas este não é o caso. Aqui, com este Arcano, a mensagem é clara: o poder é todo seu. Entenda que agora você não é mais o servidor. Você é o/a líder. Faça jus à sua maestria. Tendo a visão do que você pode fazer, chame as pessoas certas que podem colaborar com você e ponha em prática seus planos. Se você acreditar em si e na sua visão e souber enxergar o potencial de cada um para implementar seus planos, o sucesso está garantido.

Luz, camêra... Ação! - Ao enxergar o que quer, nada pode detê-lo/a.



quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

9 de Ouros

fevereiro 14, 2019

Imagem


A mulher do Nove de Ouros está dando um passeio pelos jardins de sua rica propriedade. Ela veste-se bem e seus jardins estão floridos.

Ela é uma mulher sofisticada e graciosa, por isso é intrigante ver na sua mão esquerda um pássaro treinado para caçar e matar sob o seu comando. A falcoaria é um hobby incomum para uma dama, mas é a chave desvendar o enigma desta carta.




Interpretação

O naipe de Ouros está sempre ligado às questões terrenas: dinheiro, bens, saúde, conforto. O 9, por sua vez, é o número máximo que encerra os chamados números ‘simples’, segundo a tabela pitagórica – depois dele, o 10 (1+0), indica um novo começo.

O 9 de Ouros fala de um ponto máximo de realização material atingido através do pleno controle das suas ambições, da autodisciplina, graça, criatividade e sutil severidade. Ele é o fim de um percurso iniciado em busca da autossuficiência, atingido com a disciplina e nobreza de quem está no comando da sua vontade.

Do ponto de vista oracular, o 9 de Ouros simboliza ganhos financeiros, conquistas e a aquisição de uma posição financeira confortável. Também simboliza saúde, riqueza e prosperidade em todos os sentidos. É a coroação de um trabalho árduo realizado em busca da segurança material.

No sentido psicológico, a carta aponta para a sensação de segurança interior que advém das pessoas que se tornaram financeiramente autossuficientes através do bom uso dos seus talentos e recursos. Elas estão satisfeitas consigo mesmas e não precisam mais da aprovação de terceiros.

O 9 de ouros, portanto, é o ponto máximo do que podemos vivenciar do elemento Terra: representa saúde, energia, prosperidade.  

Mas lembremos da dama com um falcão na mão. Que mensagem ela encerra ligada ao ‘ponto máximo do que podemos vivenciar do mundo material’?

Ao chegar lá, a solidão

Note a importância do falcão ou das aves de rapina usadas nesta arte – classificada pela Unesco no ano de 2010 como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. A falcoaria foi, na Idade Média, um esporte aristocrático, restrito a reis e outros membros das cortes e mantém até hoje o seu aspecto de nobreza. As aves de rapina usadas neste esporte são carnívoras, com bicos recurvados e pontiagudos, garras fortes e visão de longo alcance. São ágeis na captura dos seus alimentos. Criar e treinar estas aves não é uma tarefa fácil e nem tampouco para muitos – muito menos para mulheres frágeis. 

Mariana Fernanda de Almeida, exemplo do 9 de Ouros - https://oglobo.globo.com/rio/seguranca-dos-aeroportos-ganha-aliados-falcoes-19871989


Muitas vezes esta carta simboliza uma mulher que exerce uma tarefa típica masculina ou de domínio masculino (a falconaria é um exemplo. Poderia ser engenharia mecânica, tecnologia, mineração, transporte de cargas, etc...). Esta pessoa encontra seu sustento, sua autossuficiência financeira exercendo uma atividade de liderança e força e onde, muitas vezes, precisa agir com agressividade e muito foco. Mas por estar num meio masculino, isto a distancia de seus pares.

Outra interpretação é que, dado o alto nível de destreza sobre seu ofício, difícil de ser acompanhado, às vezes a carta  pode representar a pessoa trabalhando sozinha ou isolada dos demais. Pode ser que trabalhe até mesmo remotamente, do conforto da sua própria casa. Ou isolada dos seus companheiros, porque estes não o acompanham.


"É solitário no topo, é por isso que um Bugatti tem 2 assentos e um ônibus tem 50" - um anúncio arrogante, mas que retrata bem a natureza solitária do 9 de Ouros



Ainda uma terceira hipótese mostra a pessoa que chegou lá, mas que agora, para se proteger e proteger o que conquistou, está presa em seus muros (propriedade). É como a imagem daquelas casas de milionários, com a família e riquezas cercadas por câmeras, muros de proteção, guardas. Está usufruindo de uma vida de luxo e conforto, mas precisa reduzir seu mundo a estes muros.

Entendendo a solidão do 9 de Ouros


No 9 estão sempre contidos os elementos dos Arcanos Maiores O Eremita (Arcano 9) e da Lua (Arcano 18 => 1 + 9 = 9). O 9 está ligado, assim, aos desejos inconscientes e autoconhecimento da Lua e à sabedoria e solidão do Eremita.

O sábio e solitário Eremita contido nesta carta serve para que meditemos sobre o quanto trazemos de felicidade e realização para nossa vida e para a vida dos outros com o que criamos. É preciso refletir sobre nossos valores pessoais. Nossa alma é livre e pode voar e conquistar o que desejamos. Porém, está presa à nossa vontade e esta deve estar em sintonia com nossos valores espirituais mais nobres. A Lua aqui também aponta para o caminho do autoconhecimento e reconhecimento das nossas auto ilusões.

Quando não há mais caminhos a subir no mundo material (e a pessoa nem precisa ter chegado a ficar rica para ter adquirido esta consciência), só resta ascender para outro patamar. É este o limite que se chega com este Arcano. Atingimos o sucesso ou o que para nós representa o sucesso. Já conseguimos nos autossustentar, somos independentes financeiramente. E agora, José? Aprendi muito no meu caminho. Entendi a profunda natureza dos meus desejos inconscientes. E estou só. O que posso fazer?

O próximo Arcano, o 10 de Ouros, que fala de legado, é uma pista sobre o destino do nosso sucesso. Compartilhar com os outros o que aprendemos,conquistamos e desenvolvemos. Mas isto já é outra história, outro Arcano.

Por ora, a mensagem deste Arcano é: você chegou lá e percebe que é solitário no topo. Viver isolado faz parte deste estágio. Você protege a si mesmo como protege seu patrimônio. Mas está feliz, podendo aproveitar o tempo, segurança, conforto e beleza da vida que conquistou a duras penas. Usufrua! Tudo que você conquistou, é seu por merecimento.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Cavaleiro de Ouros

fevereiro 08, 2019

 

 Imagem

Vemos no Cavaleiro de Ouros um jovem cavaleiro de armadura montado num cavalo negro. Ele segura a sua moeda de ouro com dedicação e cuidado e parece se guiar por ela. É como se ele tivesse que levar esta moeda a algum lugar, o que faz vagarosa e diligentemente.


Este é o mais calmo de todos os cavaleiros. Caminha sem pressa rumo aos seus objetivos. Sua armadura representa a sua couraça emocional, a frieza do aço que necessita para chegar onde precisa sem se abalar emocionalmente por nada. O céu é claro e amarelo, representando a sua clareza mental. A paisagem mostra um terreno arado, pronto para o plantio, como que revelando o tempo de espera necessário para um dia vir a colher o que planta.

Interpretação

O Cavaleiro de Ouros é o arquétipo da pessoa que tem responsabilidade e compromisso com o seu trabalho ou relacionamento, e o faz racionalmente.

Com alto senso de responsabilidade no que lhe é incumbido, ele leva todas as tarefas a sério e não mede esforços para o cumprimento dos seus deveres. Por isso lhe são delegadas metas elevadas e ele é visto como alguém em quem se pode confiar. 

Profissionalmente, a carta indica trabalho duro e sinaliza o envolvimento na parte prática e técnica de um ofício. Se lhe é dada determinada missão, este cavaleiro irá cumprí-la fielmente, pois não tem medo de arregaçar as mangas e botar as mãos na massa, mesmo que esta missão seja difícil. Mas ele não tem necessariamente amor pelo que faz. No fundo, sabe que, se tiver alguma ligação emocional com o seu trabalho, não vai conseguir realizá-lo, pois há o risco de se boicotar. Por isso, muitas vezes, para bater metas, quem vive este arquétipo esquece de si mesmo e do seu lado afetivo.

É por ter esses pés tão bem plantados no chão que este cavaleiro se identifica com bons trabalhadores braçais. De administradores a fazendeiros. De massagistas a carpinteiros. Independente da profissão ou do nível cultural e econômico, é certo que este cavaleiro fará o seu trabalho com paciência, perseverança e esmero e conseguirá fazer ainda uma boa reserva financeira do seu ofício. No fundo, porque ele não busca mais nada na vida do que estabilidade e segurança. Nem que para isso sua vida tenha altos e baixos radicais.

Este cavaleiro foi divinamente definido pelo ator Jason Bateman na série Ozark.


Jason Bateman, como o planejador de finanças da série Ozark

Na série vemos a importância que os que 'cavaleiros de ouros' dão ao que se determinam fazer. Eles vão devagar e sempre, dispostos a todo tipo de sacrifício na sua busca. Nada os pode parar. O trailer da série parece quase uma completa revelação dos motivos deste cavaleiro:






Para entender a psique deste cavaleiro, basta compreender o conflito que ele tem consigo mesmo. Ele deseja a realização pessoal no amor (em especial da família) e no ponto de vista material e é honesto e decidido pela concretização dos seus projetos. Mas a forma como ele avança para estes objetivos segue de maneira autoritária, intransigente e mesmo obscura (seu cavalo negro), pois lhe falta consciência amorosa.

No fundo, o arquétipo mostra nosso medo e desconfiança sobre o amor. Tememos que o amor atrapalhe a realização das nossas metas e então encaramos tanto o relacionamento amoroso quanto o trabalho como uma tarefa árdua a cumprir, com obrigações para as quais temos que nos empenhar.

Esta imagem sobre o amor vem muitas vezes de um modelo de pai ou mãe autoritários e frios. Inconscientemente, a pessoa persegue os mesmos passos do pai/mãe, sem perceber que está para ter o mesmo fim que estes. É preciso, portanto, que a pessoa se reconecte com o seu passado e liberte a sua criança. Ela anseia por carinho e amor e precisa redescobrir o prazer das pequenas coisas.

Como mensagem, este calmo cavaleiro lhe pede para perseguir sua meta de forma organizada, planejada e diligente. Devagar e sempre. A constância aqui é mais importante que a velocidade. Vale mais seguir com o planejado e cumprir as metas diárias e ter com isso um crescimento sustentado do que investir loucamente (feito um cavaleiro de espadas) e correr riscos desnecessários. Não importa o tipo de desafio, a ordem é se manter firme. De olho no seu sustento e na sua sobrevivência. Atente também para a sua saúde, sem a qual você não pode sequer trabalhar pelo pão de cada dia. Carregue o fardo do seu trabalho de forma leve, como quem sabe o quão precioso o sustento é para a sua vida e para a vida dos que precisam de você. Levar dinheiro para a casa, sustentar o lar, é afinal a sua missão. E missão dada é missão cumprida.


quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Black Friday no Rosane Tarot

novembro 22, 2018

O Rosane Tarot embarcou no Black Friday!!




De 23 a 28 de novembro (amanhã até quarta-feira da semana que vem), estarei oferecendo 50% DE DESCONTO EM TODOS OS SERVIÇOS do Rosane Tarot.


Tarot kármico-consciencial 

Ideal para análise de situações que estão 'travadas' na vida e aconselhamento sobre decisões.
Consultoria de 2h para análise do seu momento presente considerando seu plano evolutivo, situações repetitivas (kármicas) para desbloqueio, perguntas e respostas sobre quaisquer assunto e aconselhamento.

====> de R$ 260,00 por R$ 130,00


Tarot Perguntas & Respostas

Para ter respostas sobre qualquer situação (presente ou futuro) ou sobre pessoas - encontrar a verdade oculta. Ideal para tomada de decisões.
Consultoria de 1h com o Tarot Rider Waite para responder perguntas de ordem prática.

====> de R$ 200,00 por R$ 100,00


Tarot Previsão Anual

Para saber como será o ano de 2019 para você.
1h de leitura de previsão do ano para as 12 grandes áreas da vida: físico, financeiro, amizades/comunicação, lar, filhos/prazer, saúde/trabalho, relacionamentos afetivos/sociedades, transformações/dinheiro alheio, estudos/viagens, carreira, comunidade/coletivos, religiosidade/inconsciente.

====> de R$ 200,00 por R$ 100,00


Terapia Floral

Consulta com objetivo de identificar a melhor fórmula floral para o momento. Ideal para apoiar situações de crise, como perda de um familiar, divórcio, crise pessoal, mudança de emprego, etc.
Os florais aliviam a dor que nos aflige, ajudam a compreender melhor o sentido dos eventos e até podem abrir vibracionalmente nosso campo para que novas circunstâncias possam acontecer.

====> de R$ 80,00 por R$ 40,00 


COMO GARANTIR O DESCONTAÇO DO BLACK FRIDAY

Basta AGENDAR A SUA CONSULTA neste período promocional, de 23 a 28 de novembro (amanhã até quarta da semana que vem):

Mande um whatsapp para 11 95975 7873 e agende sua consulta!!


AS CONSULTAS PODEM SER ONLINE OU PRESENCIAIS (BLUMENAU).






segunda-feira, 1 de outubro de 2018

3 jeitos fáceis de usar o Tarot no seu dia a dia

outubro 01, 2018
 



Ler o Tarot não significa decorar todos os símbolos, saber exatamente todas as tiragens e métodos possíveis, ler livros esotéricos para compreender os arquétipos de cada carta... trata-se de VER. 

O Tarot é, antes de qualquer coisa, um instrumento visual. É preciso apenas saber enxergar o que cada imagem nos diz para reter as informações que ela no passa. 

Entendendo isso, é possível, aí sim, começar uma relação com o Tarot. Neste sentido, é como tudo na vida: quanto mais tempo você passar com ele, mais você vai entendê-lo.


Dicas de como usar o Tarot no seu dia a dia


Vou passar a você três formas rápidas que uso para fazer do Tarot o meu mais sábio coach. O melhor é que nenhum desses modelos é difícil ou demorado. Às vezes leva apenas alguns minutos. Vamos a eles?

1. Como meditação diária


Este é o método que sigo e que acaba gerando as mensagens da Carta do Dia que envio diariamente todas as manhãs à minha Lista Vip - clique aqui se quiser fazer parte dela. É grátis.

Esta prática é a que mais recomendo. Tanto porque nos serve de orientação e alerta para o dia, quanto porque, no horário em que é feita, nos ajuda a nos conectar com a energia mais forte do dia, sendo excelente para treinar a nossa Intuição.

Passo a passo:

1) No início do dia, de preferência às 6h da manhã, embaralhe o seu Tarô 7 vezes;
2) abra-o em leque nas mãos ou sobre uma mesa e pergunte: "o que preciso saber hoje?"; 
3) em seguida, retire apenas uma carta e olhe-a fixamente por pelo menos 1 minuto. 
4) Tente captar sua imagem e imagine que 'cena' está acontecendo. Quem é você na carta, o sentimento que você percebe, o que a carta diz para você?

Opcional: Caso você queira testar sua intuição, procure na internet (ou aqui neste blog) sobre o significado da carta. Mas inicialmente não é necessário. Confie na sua intuição e extraia a mensagem que a sua sabedoria interior lhe passa. 


Diário de Tarô: uma ótima forma
de acompanhar suas tiragens
Ideia: faça o seu Diário de Tarô 

Se quiser se exercitar mais ainda, anote suas impressões num caderno. Ao final do dia, antes de dormir, reveja a sua anotação e complemente com o que aconteceu e como os fatos se relacionaram com a carta. Você vai ver como as situações 'batem' incrivelmente! 




2. Como conselheiro pessoal


Use o tarô como seu guia para uma vida mais feliz


Quantas vezes passamos por situações em que estamos cansados, sem foco, emocionalmente confusos... e não conseguimos dar uma resposta adequada a um problema! Ou mesmo com uma situação nova diante da qual simplesmente não sabemos o que fazer?! É nesta hora que o Tarô pode ser nosso melhor coach.

Diante da situação que você precisa de resposta, retire-se do ambiente em que está (até um pulinho ao banheiro ou a algum cômodo onde você pode estar sozinho/a), respire profundamente por pelo menos 3 vezes para se concentrar, pegue o seu baralho e retire aleatoriamente uma carta, agora com a pergunta: "O que preciso aprender com esta situação?"

Olhe bem para a carta que você sorteou e capte a primeira impressão que você sentiu. 

A intenção desta tiragem não é dizer o que você precisa fazer, mas o que precisa aprender. Em cada situação há um aprendizado e o objetivo deste conselho é olhar para dentro de você e tirar da sua sabedoria interior a resposta que você deve dar à situação que enfrenta. A resposta desta carta o/a colocará no presente e o/a deixará mais consciente.


3. Como gestor de conflitos - criando 'a ponte'


Você tem um desentendimento com alguém. Uma rixa no trabalho. Alguém que pega no seu pé. Está com um problema no casamento. Qualquer que seja a natureza da desavença, é preciso entender a situação para sair dela. 

Neste caso, nada melhor que tentar entender a motivação da outra parte e tentar criar uma ponte entre vocês. Isso permitirá a você entender os motivos da outra pessoa sem julgamento e sem se colocar na posição de vítima.

Neste caso, siga os passos 1-2 até abrir as cartas em leque. Então sorteie 3 cartas e distribua conforme o esquema abaixo. 



1. Minha Necessidade: A primeira carta sorteada será para você e representará as suas necessidades. Atente para o resultado e perceba como você se posiciona e quais emoções estão envolvidas.

2. Necessidade da Outra Pessoa: A segunda carta sorteada será para a pessoa com quem você tem o atrito, para representar o que ele/a precisa nessa a situação. Coloque a carta à direita da sua carta. Perceba novamente o resultado. Veja as duas cartas. Elas se olham ou estão de costas uma para outra? São de naipes diferentes? Interagem de alguma forma?

3. A Ponte: A terceira carta sorteada deve ficar no meio das cartas que representam vocês, um pouco acima. Ela servirá para responder como será possível criar uma ponte entre as suas necessidades e do outro e estabelecer um acordo entre vocês.

Exemplo prático:

Briguei com alguém que gosto por uma situação que há anos vem se arrastando com relação ao trabalho. Quero resolver a situação de forma que seja benéfico para ambos. Tiro, respectivamente, o 10 de Ouros para mim, o Ás de Espadas para o outro e o 2 de Paus para a ponte.




1. 10 de Ouros: Quanto a mim, significa que a situação é uma relação que se mantém apenas por questões financeiras. Há em mim uma necessidade de segurança, estabilidade e inclusive união familiar.

2. Ás de Espadas: Para meu colega, é importante pensar friamente na situação e fazer um 'corte' que pode ser de despesas ou de algo, doa a quem doer. Significa que, para o meu amigo, algo precisa ser eliminado para se libertar de uma situação. Talvez até ele mesmo queira romper com a sociedade.

3. 2 de Paus: Como ponte, a carta do 2 de Paus sinaliza para a necessidade de enxergar mais longe e estar atento a tudo o que se passa à nossa volta, para evitar perdas futuras. É possível que se esteja num impasse entre ficar como se está ou arriscar um corte que significa uma perda ou dívida. É preciso, com este arcano, ter clareza sobre os recursos que se tem para dar passos conforme as pernas.

Resolução: O melhor, neste caso, seria aguardar o momento mais adequado para tomar uma decisão, como ter os recursos ou o tempo que se precisa, e, quando chegar o momento certo, partir para a ação. Mesmo que seja o 'corte' solicitado pelo outro. 
Gostou? Se curtiu, deixe seu comentário. A gente adora. ;)


quinta-feira, 27 de setembro de 2018

O Tarô funciona mesmo? Acabe com a sua dúvida de uma vez por todas.

setembro 27, 2018

"Mas o tarô funciona de verdade... posso confiar?" - essa é uma pergunta que SEMPRE ouvimos. E é normal que ela seja feita. Afinal, se estamos consultando o Tarô, temos que ter um mínimo de certeza sobre a sua eficácia. Principalmente se estamos buscando respostas para decidir questões que podem mudar nossa vida, como a escolha de um parceiro/a, uma carreira, mudanças de cidade, etc. E aí,  dizer que "sim, ele funciona porque funciona", não dá bem a segurança que queremos, não é mesmo?


Resumão sobre o que é o Tarô


O Tarô é um jogo de 78 lâminas que se dividem entre 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. Sua origem é controversa. Sabe-se que ele se difundiu a partir da segunda metade do século 14, na Europa, num momento em que várias escolas esotéricas e artistas buscavam transmitir conhecimentos, não por palavras, mas por imagens.

São inúmeras as versões do Tarô, sendo as mais conhecidas o Tarô de Marselha, o Rider Waite, o Tarô Mitológico e o Tarô de Crowley.

Arcanos Maiores do Tarô criado pelo ocultista Arthur Edward Waite


Num sentido esotérico, os 22 arcanos maiores revelam as 21 etapas evolutivas que o homem – representado pelo Louco – pode percorrer em sua vida.

Já as 56 lâminas dos Arcanos Menores, divididas em 4 naipes, se relacionam às 4 funções básicas
da consciência reconhecidas pela psicologia junguiana: Paus = Intuição, Espadas = Pensamento, 
Copas = Sentimentos e Ouros = Sensação. Eles também representam o mundo material (Ouros), emocional (Copas), racional (Espadas) e criativo/espiritual (Paus).


Arcanos Menores do Tarô de Marselha


Combinados, os Arcanos Maiores e Menores, numa leitura, podem revelar, através dos símbolos contidos em suas lâminas,  passado, presente e tendências futuras do consulente. Ele mostra o que inclusive está velado para a pessoa.

Oráculo: o acesso ao Inconsciente


O Tarô pode revelar o que está oculto porque, como oráculo que é, ele pode dar acesso às informações da nossa mente inconsciente.

Segundo a sabedoria ancestral, é nesta mente que estão as respostas para todas as nossas questões, já que é através dela que podemos acessar nossos registros akáshicos. Nesses registos estão guardadas todas as informações do espírito, em todas as dimensões, em todas as eras e vidas e o registro do próprio DNA. Eles contém todas as memórias do passado e presente da pessoa e das que possuem ligação com ela, bem como as informações acerca do que tendemos a fazer e a encontrar em nossa vida pela Lei da Causa e Efeito.

Este ponto de vista é corroborado por vários estudiosos do pensamento humano, em especial pelo Dr. Carl Gustav Jung, psiquiatra e psicoterapeuta suíço que fundou a psicologia analítica. A noção de arquétipo e seu correlato, o conceito de inconsciente coletivo, faz parte das teorias mais conhecidas de Jung.

Em resumo, o tarô permite, por meio de seus símbolos arquetípicos, o acesso ao Inconsciente Pessoal e Coletivo que determinam os eventos segundo a Lei da Causa e Efeito.


“Toda causa tem seu efeito; todo efeito tem sua causa; todas as coisas acontecem de acordo com a Lei; o acaso é simplesmente um nome dado a uma lei não reconhecida; há muitos planos de casualidade, mas nada escapa à Lei.”



Mas, afinal, o Tarô funciona ou não?


Tarô: a arte de tirar vida das imagens

O Tarô não falha. "As cartas não mentem jamais", como dizem. O que pode falhar, no caso, é a interpretação dessas mensagens simbólicas. Daí a importância de consultar pessoas gabaritadas para este tipo de trabalho.

Saber interpretar corretamente as mensagens que surgem numa leitura é uma arte. Mas uma arte que não requer academicismos, alto nível de desenvolvimento espiritual, avanço em graus herméticos... nada disso. Tampouco nenhum 'santo' vai baixar numa leitura. Tarô não é gira, nem tarólogo, médium ou pai/mãe de santo. Para saber ler o Tarô é necessário, em primeiro lugar, muita Intuição.


Acredite na sua Intuição.

A Intuição é o guia do/a tarólogo/a. Seguindo esse quase instinto, seguem-se o conhecimento dos significados e dos tipos de tiragem das cartas, muita prática, ética, respeito e, aí sim, um bom repertório de conhecimentos esotéricos e de vida ajuda muito.

Também é preciso entender os limites do Tarô. Quem faz uma consulta com a intenção unicamente de prever o futuro, pode se frustrar muito. Tarô não é leitura de catástrofe ou sorte. Não é leitura de destino. A verdadeira função do Tarô é o autoconhecimento e entendimento do momento presente.  A partir daí, conhecendo o arquétipo do momento, é que o futuro se abre como consequência lógica do que ele representa. Trata-se de dedução pura, sem esquecer que não se pode controlar todas as energias ou o livre arbítrio dos outros e do próprio consulente.

Além do que, há uma velha máxima indiana que nos diz que "quando se espreita o futuro, ele muda". Isso quer dizer que, quando se passa a ter plena consciência do que se está fazendo e criando no momento presente, pode-se mudar as atitudes hoje e, consequentemente, os resultados futuros.

Assim, a melhor resposta para a pergunta sobre se o tarô funciona ou não está nas mãos de quem o está lendo e no que você vai fazer com as informações que adquiriu. Como tudo na vida, em mãos inexperientes, o remédio vira veneno e, nas mãos certas, a cura.


E você, gostaria de aprender a ler o Tarô?


Dia 20/10/2018 será lançado o Curso de Tarô Evolutivo em Blumenau, SC. Em breve, este curso também será ministrado em Florianópolis e São Paulo.

Caso você tenha interesse neste curso em Blumenau no dia 20/10, acesse aqui:




Caso você queira levá-lo à sua cidade, mande uma mensagem para 11 95975 7873. Será um prazer levar o Tarô Evolutivo a quem deseja fazer uso desta fantástica ferramenta.

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Oração de Kuan Yin para a cura

junho 07, 2018
Para quem reconhece nesta mestra a sua própria luz de curador(a), aí vai a oração direcionada a este nosso centro de energia amoroso e de compaixão. Kuan Yin está fora e dentro. Que saibamos despertar o nosso potencial de amor e compaixão, pois é dele que vem, afinal, toda salvação.


Beijos e aproveite a meditação.





Oração de Cura


NAMO IJU KUAN SHIH YIN PUSA


Senhora amorosa, do centro do Lótus Dourado, Senhora divina das 108 faces de salvação, trazei-me (ou para quem se deseja curar) a cura e o perdão. 

Derrama tuas bênçãos de misericórdia e teu bálsamo das mil curas sobre a causa do sofrimento. 

Cicatriza e regenera suas conseqüências para que eu (ou outrem) fique mais saudável que antes, mais sábio, iluminado, grato e equilibrado para não voltar a sofrer e adoecer. 

Remove Senhora das muitas espadas, meus medos e bloqueios, traz-me os curadores, os remédios e a capacidade de me curar. 

Dá-me a alegria de sentir tua luz e tua mão a me guiar. 

OM MANI PEME HUM. 



Para saber mais...

Sobre as 108 faces da salvação




Segundo a sabedoria védica:

Os Vedas dizem que há 108 linhas de energia no Chakra do coração, onde o Paramatma (Energia Universal) está residindo. É a partir do Chackra do coração que o Yogue atinge a iluminação do Sahasrara ou Chakra do auto da cabeça, cuja energia é levada pelo canal central ou Sushumna para a coroa da realização em Deus.

No corpo sutil há pontos de captação de energia, que são chamados de Marmas, e são como pontos de interseção por sobre os Nadis ou canais de distribuição de energia. Os textos védicos afirmam que há 108 Marmas por sobre o corpo, e que têm reflexos no corpo físico e nas diversas funções vitais.

Quem é Kyan Yin
Fonte: anjodeluz.net



Kuan Yin é representada com um dragão, pois ele é o símbolo mais antigo da alta espiritualidade, a sabedoria, a força e os poderes divinos de transformação.

Algumas vezes, Kuan Yin é representada como uma figura muito armada, tendo em cada mão um símbolo cósmico diferente ou expressando uma posição ritual específica (mudras). Isto caracteriza a Deusa como a fonte e alimento de todas as coisas. As mãos dela formam freqüentemente o Yoni Mudra, simbolizando o útero como a porta para entrada para este mundo pelo princípio feminino universal. (veja abaixo)

Outras vezes, Kuan Yin é representada sentada sobre uma flor de lótus. Nas pinturas dos artistas tibetanos, linhagens de Budas e homens santos também aparecem flutuando sobre flores de lótus - uma representação dos tronos da suprema espiritualidade.

Na teologia Budista Kuan Yin é algumas vezes representada como capitã do "Barco da Salvação", guiando as almas ao Paraíso Oeste de Amitabha, a Terra Pura, a terra das bençãos, onde as almas podem renascer para continuar recebendo instruções até alcançar a iluminação e a perfeição.

Ela é também uma das quatro Bodhisattvas (P'u-sa em chinês), junto com Samantabhadra, Kshitigorha (Di-cang) e Manjushiri (Wen-shu) e em seu aspecto masculino se identifica com o Bodhisattva Avalokiteshvara, a quem em Tibetano se chama Chenresi: "Quem ouve e chora o mundo".

Exatamente igual a Ártemis, Kuan Yin é uma deusa virgem que protege todas as mulheres e crianças. 


Conexão Coração e Ùtero
O coração e o sangue definem um elo imanente a todos os seres que dele nasceram e uma ideia de coração oculto do universo que pulsa e mantém o ritmo de ciclos das estações, dos nascimentos, mortes, destinos. Este é o significado que está no Livro dos Mortos ou das Mutações. No mesmo sentido o livro chinês é denominado Livro das Mutações.



Minha Kuan Yin, em casa...



sexta-feira, 1 de junho de 2018

9 de Paus: trabalha, trabalha nego!

junho 01, 2018


Você já ouviu que dia de trabalho é 'dia de branco', não?
Nada de racismo! 
Dia de branco significa que é dia de lavar roupa branca... 
e isso dá um trabaaaaalhooo...


Símbolos da carta Nove de Paus


O Nove de Paus mostra um homem cansado e ferido, segurando um bastão enquanto olha os 8 bastões que fincou firmemente na terra, como um muro de defesa. Só falta mais este último bastão para concluir a tarefa e, apesar do cansaço, ele se prepara para esta difícil finalização.

O céu claro, as brancas nuvens e a vegetação ao fundo sinalizam um cenário otimista e esperançoso.


Interpretação

O naipe de Paus fala de energia em ação, movimento, trabalho. O 9, fim da sequencia 1-9 e também número de meses da gestação, representa a jornada completa, pois assim que termina, tem início um novo começo a partir do número 1. O 9 carrega o sentido de fim de um processo para que algo novo comece, portanto.

O 9 de Paus, assim, sugere que você está prestes a completar um projeto, faltando apenas um último desafio. Mas você está no limite das suas forças para cumprir essa tarefa final. Então apresenta uma certa resistência a esta última fase.

Simplificando: sabe aquela hora que você está quase lá e dá aquela preguiça ou você acha que não vai dar conta, que é demais pra você? Ou ainda que você está no finalzinho de um projeto ou de um longo dia de trabalho e surge ainda uma última coisa a fazer ou aquele revés logo quando você achava que já estava tudo certo? 9 de Paus!

Calma, não entre em pânico!

A carta traz a mensagem que, apesar de você acreditar que está nas últimas forças (e deve estar mesmo!), você vai dar conta desta tarefa, vai conseguir concluí-la. Descanse um pouco e encontre a energia que precisa para terminar o que precisa, mesmo que isso pareça impossível. Não desista agora!

Por mais estranho que pareça, o 9 de Paus é uma carta de encorajamento. Ela anuncia que se você se manter firme e forte e com a mente tranquila, vai chegar lá. O importante é não desesperar. O seu esforço será recompensado.




Outra abordagem importante é você não se armar defensivamente quando questionado sobre o seu trabalho. Talvez você tenha sofrido alguns reveses e agora pode estar desconfiado dos outros e de si. Mas os erros que talvez tenham acontecido no passado não podem minar sua confiança. O que aconteceu, aconteceu. Não quer dizer que os mesmos problemas venham a se repetir.

Mantenha-se firme e calmo na sua posição. Tenha certeza que o seu trabalho, apesar de ainda não estar concluído, foi bem feito e merece ser levado a cabo.

Seja resiliente! Você está quase lá e não vale desistir agora. 


Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. 
Excelência, então, não é um modo de agir, mas um hábito.
- Will Durant


Um alerta, apenas, para a sobrecarga que pode estar gerando este excesso de trabalho: estresse. Leve a cabo os seus projetos, mas cuide da sua saúde mental. Ok? Nada de exageros!


Nove de Paus Invertido

Invertido, o 9 de Paus sugere a resistência a concluir suas tarefas. 




Você pode estar assumindo uma postura defensiva, que o impede de terminar o que se propôs a fazer. Isso pode estar acontecendo porque talvez você tenha, numa atitude perfeccionista, se estabelecido limites muito rígidos, como um alto nível técnico ou um padrão muito alto.


Será que você não subiu muito o sarrafo do seu trabalho?
Ou anda com medo de não dar conta dele?

Você pode ter subido muito o sarrafo, como se diz, e agora acha que não dá conta de pular. Tenha cuidado com as frustrações, queixas do passado e pensamentos limitadores. Liberte-se e solte a mão! Você dá conta, sim. Tenha coragem!

Esta resistência à conclusão da sua tarefa também pode estar mascarando um temor pelas mudanças que esse 'fim' implica. Haverão outros projetos? Serei julgado por este trabalho? Estará bom o suficiente? Não tenha medo do futuro. Olhe para tudo que você já fez e dê-se valor, sem medo do amanhã.

Outro fator pode ser com relação à falta de um recurso necessário à conclusão da sua tarefa. Pode faltar dinheiro, know how ou tempo para terminar o que você começou. Neste caso, não espere ou use esta carência para justificar atrasos ou adiamentos da conclusão do seu trabalho. Vá atrás do que lhe falta e conclua sua tarefa de forma pragmática. Você vai ver que o alívio da tarefa cumprida vale mil vezes o preço que você pagou para cobrir essa dificuldade.

O 9 invertido também traz outro alerta importante: cuidado com a paranoia! 


Você pode estar tão defensivo no seu trabalho que pode estar enxergando cabelo em ovo. Se você está neste nível de estresse, sentindo como se estivesse sendo vigiado, atacado ou controlado no seu trabalho, vale consultar um médico ou psicoterapeuta. 


FLORAL PARA ESTE ARCANO

Novidade! A partir de agora, estarei associando o floral de Bach próprio para os desafios do arcano em questão.

No caso do 9 de Paus, o floral recomendado é o OAK.


Oak

- por Bach Centre


...É o remédio das pessoas fortes e firmes que nunca desistem diante da adversidade. Elas se persistem com determinação e nunca pensam em descansar até ter ultrapassado o ponto de exaustão.

Os tipos Oak sempre têm gente dependendo deles e seu sentido de dever é bastante forte. Podem se sentir frustrados e infelizes se a doença e a exaustão os obrigar a abrandar seu ritmo e a fazer menos do que desejariam.

São muitos os aspetos positivos da pessoa Oak. Contudo, seu lado negativo é sua teimosa, sua recusa em descansar ou mesmo parar quando necessário.

O floral é utilizado para ajudar a se manter firme perante a adversidade e, ao mesmo tempo, lhe ensina que é melhor parar do que quebrar diante da tensão.


Sobre Nós

RosaneTarot


Este é um blog de autoria de Rosane Kurzhals. Todos os direitos reservados. A reprodução total ou parcial do conteúdo aqui apresentada está autorizada, desde que com o consentimento da autora e citada a fonte. ;)








Últimas do Blog

recentposts

Instagram