Caso ou compro uma bicicleta? O Tarot pode ajudar a decidir - Rosane - Taróloga

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Caso ou compro uma bicicleta? O Tarot pode ajudar a decidir



É muito comum, no trabalho com o Tarot, nos depararmos com pessoas com dúvidas entre duas ou mais situações. Duas propostas de emprego, dois amores, duas cidades para morar/trabalhar... e por aí vai. Você já passou por isto?

A primeira reação, claro, quando nos vemos tendo que decidir algo, é irmos para o lado racional. 




Quanto ganho ou perco em cada situação? Qual o valor financeiro da mudança? Qual o preço da escolha? Colocamos as coisas na balança e deixamos que o seu ponteiro (fiel da balança) decida. Racionalmente, como adultos que somos. Esta atitude, claro, é a mais acertada.

Porém... e quando existem fatores emocionais envolvidos, cujo peso não é tão claro? Quanto pesa na balança uma saudade, uma frustração, um desejo? Ou quando você não tem muita clareza sobre o que está em jogo na nova situação que se apresenta? Ou quando mesmo o fiel da balança parece ficar exatamente no meio?




Pode parecer simples apenas considerar racionalmente todos os fatores envolvidos, como o financeiro, que pode ser facilmente pesado. Mas os fatores subjetivos e inconscientes não o são e muitas vezes eles pesam mais do que imaginamos. 




Também pesa a incerteza do desenrolar da escolha que fazemos. E se o que imaginamos não for nada daquilo, mas apenas uma projeção, uma fantasia da nossa parte? E se estivermos sendo francamente enganados? E se outros eventos, fora do nosso controle, interferirem?




Ok, vamos considerar que não temos controle sobre TODOS os fatores. Há o livre-arbítrio dos outros e temos que suportar pelo menos essa ideia, de que nunca teremos controle absoluto de todas as situações nem de tudo que os outros são capazes de fazer.

Porém, todas as demais circunstâncias (e até mesmo alguns 'acidentes', se lhe for autorizado saber) podem ser vistos pelo Tarot.

O Tarot para tomadas de decisões


O Tarot é uma ferramenta de apoio fortíssimo para a tomada de decisões porque ajuda a enxergar todos os fatores de uma situação. Desde a intenção das pessoas envolvidas, as suas próprias ocultas (inconscientes), as 'vibrações' presentes em cada momento. Ele ajuda a colocar todos os pesos na balança.

Um exemplo: a pessoa vem perguntar sobre seu relacionamento. Há uma escolha entre literalmente casar e ficar livre (a tal da bicicleta). Está na carta dos amantes, não?


Ah, saísse só esta carta na tiragem, seria fácil. A carta dos amantes sugere uma escolha. Porém, como todos os Arcanos Maiores, faz uma pergunta e tem uma resposta certa, que faz você ir para frente. A saída é simples: é uma escolha do coração. Você não pode considerar fatores financeiros, racionais. Aí já não será amor. O amor é uma força. Arrebata, provoca, cria. Se você pensar, já perdeu, escapuliu. Quando se ama de verdade, apenas se ama. Ponto.

Há em todos os Arcanos profunda sabedoria da vida e por isso estudar o Tarot é muito mais do que aprender a decifrar códigos ocultos para fazer interpretações pontuais acerca de futuro ou de escolhas. Quando se estuda o Tarot, aprende-se sobre os Mistérios da Vida - a pedra filosofal dos alquimistas capaz de transformar o chumbo da nossa natureza primitiva em ouro de puro saber. Mas isto é outro assunto.





Qual a melhor tiragem para as escolhas?


Quando, portanto, precisamos tomar uma decisão como esta, entre casar ou não... ou até mesmo qual parceiro afetivo ou emprego é o mais adequado, recorremos a um tipo de leitura que sempre funciona. Simplesmente tirar uma carta para cada situação e revelar a luz e sombra de cada qual.


Abrindo os trabalhos...

Exemplo: Estou enamorada por duas pessoas e quero escolher com quem devo ficar.

Esta tirada você pode fazer:

1) embaralhando todos os 78 Arcanos do seu Tarot normalmente
2) abrindo-o em leque
3) tirando uma carta para a pessoa A e outra, para a pessoa B.
4) em seguida, escolha para a pessoa A, uma carta que representa a sua Sombra, colocando-a à esquerda da carta da pessoa e, outra, representando a Luz, colocando-a à direita da carta da pessoa. Faça o mesmo para a outra pessoa.


Com as 6 cartas à sua frente, você pode ver claramente a melhor escolha. As cartas revelarão o que cada pessoa lhe mostra e o que esconde. O que faz parte da sua psique bem integrada (Luz), suas melhores qualidades, o que ela traz para a relação, e o que ainda se manifesta como Sombra, aspectos que ela provavelmente ainda não desenvolveu bem e pode tender a projetar sobre você. Caberá a você, claro, saber interpretar estes aspectos.

Faça esta experiência, depois busque aqui no site (na barra de pesquisas) as cartas e leia sobre os resultados. Se faltar informação, busque em outras fontes. Recomendo o Clube do Tarô pela seriedade dos profissionais e abrangência de resultados.

Interpretação para o exemplo:


No caso acima, da pessoa A, veja que ela aparece como o Pajem de Ouros (invertido), revelando a juventude da pessoa, seu apego ao mundo sensorial, físico e material (pode ser uma pessoa que se orgulha da aparência, do seu corpo ou do status que tem). É uma pessoa ainda um pouco imatura. Percebemos isso ainda mais claramente com a sua sombra.

O Arcano Maior do Sol é uma carta maravilhosa, cheia de beleza, leveza, alegria. Como sombra, porém, retrata talvez um aspecto ainda de imaturidade e de não levar as coisas tão a sério. Se for alguém de Sagitário ou com ascendente em Sagitário, tenha certeza que a parte 'primitiva' desta pessoa ainda é bem forte e, no fundo, ela ainda deseja aventura. Ela pode projetar sobre você esta alegria também. Pode ver você como alguém capaz de lhe trazer luz, alegria... até em forma de filhos.

No aspecto positivo e luminoso do nosso Pajem, porém, vemos que esta pessoa, com o Rei de Paus, quer crescer, amadurecer. Há uma força e um poder irresistível de ação e movimento.  Ela gosta de conduzir as coisas à sua maneira. É muito impetuosa, mas sabe como agregar as pessoas à sua volta para fazer as coisas acontecerem. É uma pessoa, certamente, bastante interessante.

Não coloco aqui o exemplo B. Se trata apenas de exemplificar a leitura.


Ainda não?


Depois de ver todos os aspectos de luz e sombra de cada pessoa/situação neste método, analise bem. Normalmente a decisão fica bastante clara.

Porém, se ainda assim você ficar em dúvida, retire todos os 22 Arcanos Maiores do Tarot, embaralhe-os e sorteie apenas uma carta do Tarot deste monte, pensando numa orientação divina sobre o que fazer. Será o Conselho do Tarot.

Tente 'escutar' o que esta carta lhe passa sobre a sua decisão. Até mesmo olhe para onde a figura aponta! Lembre-se: o Tarot é uma ferramenta visual. Até para onde as personagens vão, o local, o que olham... tudo conta uma história. Você apenas dá movimento a elas.





Mas, se por acaso sair como Conselho esta carta, a do Louco...


A mensagem também é clara: siga completamente a sua Intuição! Ela pode até lhe conduzir a um precipício ou a um caminho completamente distante do que você busca. Mas será justamente onde você precisará estar! Simplesmente siga a sua intuição e confie.

Agora é com você

Gostou? Entendeu a tirada de luz e sombra? Ou ficou ainda com mais dúvidas? Se precisar, estou à disposição!





Fique à vontade também para deixar o seu comentário abaixo. Se tiver dúvidas sobre como ler, também posso responder.

E caso queira agendar uma consulta ou aprender a ler o Tarot comigo, pode me mandar uma mensagem pelo whats 11 95975 7873. Estou dando cursos online (em português) para quem quiser aprender. Bjs!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

RosaneTarot


Este é um blog de autoria de Rosane Kurzhals. Todos os direitos reservados. A reprodução total ou parcial do conteúdo aqui apresentada está autorizada, desde que com o consentimento da autora e citada a fonte. ;)








Últimas do Blog

recentposts

Instagram