25/10 - Carta do Dia: 20 - O Julgamento - Rosane - Taróloga

terça-feira, 25 de outubro de 2011

25/10 - Carta do Dia: 20 - O Julgamento

A carta do Julgamento mostra algumas pessoas nuas, homens, mulheres e crianças, que se levantam das suas sepulturas de braços abertos, respondendo ao som da trombeta do arcanjo Gabriel, que paira acima deles. As pessoas estão apelando para o anjo, prontas a ser julgadas pelo poder do Universo. No fundo, há enormes montanhas, ou mesmo ondas de maré, que significam obstáculos intransponíveis e a impossibilidade de evitar o julgamento. O oceano representa o fim do rio que flui através dos Arcanos Maiores, começando com a Imperatriz. O governante planetário desta carta é Plutão, o regente do submundo.

O Julgamento fala, obviamente, do Dia do Juízo Final dos cristãos, 'donde Deus há de vir julgar os vivos e os mortos'. Essa passagem da Bíblia sempre causa uma certa comoção, pois fala da grande separação do joigo e do trigo, dos bons e dos maus, quado então se definirá quem mercerá o céu e quem será destinado ao fogo eterno. O medo do 'fogo eterno' sempre foi o grande motivador para as boas condutas... ninguém quer ir para o inferno. Mas a grande pergunta é: o que é o inferno? Ele existe?

Como metáfora, podemos dizer que 'O Inferno é a ausência da razão (luz)'. Quando estamos inconscientes, quando vivemos feitos zumbis no mundo, na inércia da existência, estamos no inferno. Não temos consciência de quem somos e da nossa essência. Não nos vemos como reflexo da Grande Obra e sentimo-nos vazios, culpados pelo que não conseguimos ser. Este é o verdadeiro inferno. Estamos no inferno quando vivemos em conflito. Ser destinado ao inferno é ser fadado a ter de viver eternamente em guerra, na escuridão, na falta de amor.

É interessante observar também a mesma carta, no tarot Egípcio. Aqui, ela recebe o nome de 'Ressurreição' e mostra uma ave (alma) se liberando do sarcófago da existência materialista que a limita, indo em direção à luz/céu, carregando o que parece ser uma carta e uma pena. Esta carta me lembra, por sua vez, a passagem da Bíblia que diz "As pessoas cujos nomes não estiverem no Livro da Vida receberão o castigo eterno, e irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna'' (Mateus 25:46). 

A carta do Julgamento indica um período de reflexão e auto-avaliação. Através da meditação ou reflexão silenciosa, você pode chegar a um ponto de entendimento profundo sobre os temas de toda a sua vida e sobre o que você pode fazer ou mudar para evitar estas situações no futuro. O Julgamento fala que você está perto de chegar a uma etapa significativa da sua própria jornada.

A carta sugere que você teve uma epifania recente ou um "despertar". Através desta nova consciência, você percebeu que, para viver sua vida de uma maneira diferente, você precisa ser fiel a si mesmo e a suas necessidades. Você abriu-se para uma nova possibilidade de vida que atende às suas necessidades mais elevadas e que oferece inspiração e esperança para os outros. Você sente como se recebesse um 'chamado' na vida, e você está se aproximando do ponto em que você precisa tomar uma atitude. Algo que estava adormecido dentro de você, algum conhecimento inconsciente ou a verdade está finalmente para ser despertada e trazida à luz.

Com o tema de despertar para uma nova vida, a carta do Julgamento sugere que você precia reavaliar suas experiências passadas e aprender com elas. Todas as peças do quebra-cabeça da sua vida estão finalmente se reunindo para formar uma imagem, integrando a sua história de vida. Esta integração curará as feridas profundas e agora você está em posição para colocar o passado para trás. Suas memórias já não o assombram e você é capaz de compreender e valorizar o que aconteceu e o que isso o ensinou sobre a vida. Agora, você está pronto para enfrentar qualquer negócio inacabado em sua vida, esclarecer eventuais mal-entendidos e ver o futuro com paz e sabedoria no fundo do seu coração.


Muitas vezes, a carta indica um 'julgamento' literal, onde suas ações serão pesadas e você poderá se sentir absolvido ou setenciado a uma pena ou acordo. Mas o importante é que esta 'pena' (vide 'assinatura' ou 'leis'), assim como a verdade, o libertará.

O julgamento, enfim, é sobre encontrar a absolvição. Por um período de auto-avaliação, você vai se sentir limpo de seus 'pecados', irregularidades e erros, e você vai finalmente ser liberado de sua culpa e tristeza sobre o passado. Isso representa um processo de maravilhosa purificação e vai deixar você sentindo-se revigorado e pronto para assumir qualquer novo desafio.

A carta do Julgamento muitas vezes indica que as decisões de mudança de vida são necessárias, mas ao contrário daquelas associadas com a carta da Justiça, essas decisões exigem uma delicada mistura de intuição e intelecto. Você pode estar em uma encruzilhada, ciente de que qualquer decisão que você faça vai trazer mudanças significativas. A escolha pode ser óbvia, ou talvez a única viável. Você sabe que esta escolha deve ser feita e você a está enfrentando com maturidade. Neste momento, você pode confiar completamente na vida e saber que está no caminho certo. Se você ainda exige clareza sobre a situação, olhe para suas experiências passadas e lições de vida que elas o guiarão no caminho certo.

Se você esteve enfrentando desafios nos últimos tempos, então a carta do Julgamento sugere que você pode se aliviar um pouco deles. Na verdade, você pode encontrar conforto em compartilhar suas experiências com os outros e pode curar-se dentro de um ambiente de grupo. A chave aqui é que haverá outros que experimentaram algo semelhante a você e que eles podem lhe mostrar o caminho para a libertação dos seus problemas. Deixe-os guiá-lo e ajudá-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

RosaneTarot


Este é um blog de autoria de Rosane Kurzhals. Todos os direitos reservados. A reprodução total ou parcial do conteúdo aqui apresentada está autorizada, desde que com o consentimento da autora e citada a fonte. ;)








Últimas do Blog

recentposts

Instagram