3 de Espadas - Rosane - Taróloga

terça-feira, 12 de maio de 2015

3 de Espadas

É incrível como alguns tarots podem guardar tanta afinidade entre si e, outros, tanta discordância. E ao mesmo tempo significarem a mesma coisa.

Vejo isto claramente nesta carta: o 3 de Espadas. Enquanto para os tarots tradicionais, ilustrados por um coração trespassado por 3 espadas, no mitológico vemos Orestes em sua banheira claramente atacado pelas mesmas espadas. Claro, no coração. Num, parece que o coração está guardando 3 preocupações, 3 dúvidas, 3 temores. No outro, vemos mais o ataque contra alguém indefeso. Ambas as cartas significam, no final, a mesma coisa: há dor no coração, pois ele acaba de ser mortalmente ferido.

Para ambos os casos esta carta significa traição, tristeza, mágoa, separação, pesar. Alguém recebe um golpe emocional e está sentindo a sua dor. Mas vamos falar desta dor. Qual a sua origem? Por que se está passando por ela?

Sequencia do 2 para o 3 de espadas pelo tarot aquariano
('a esquerda) e pelo tarot mitológico (direita)
A carta do 3 de espadas sucede o 2 de espadas, que figura uma situação de dualidade. Há uma escolha a ser feita e uma pressão enorme que essa escolha seja feita de forma firme e lógica. Porém, a pessoa se recusa a fazer esta escolha. Talvez lhe faltem dados suficientes para decidir, talvez não consiga enxergar a situação com clareza, não veja futuro no que está fazendo ou mesmo não quer ver por conta desta situação lhe ser bastante incômoda. Diante desta questão, a pessoa simplesmente nega-se a escolher e, com isso, nega-se tanto a ir para a frente quanto para trás. E nesse impasse, meio que se faz de morta, inerte, à espera de uma salvação. Ora, para que milagres surjam, é preciso que se faça o movimento (dizem que Deus não tem outras mãos além das nossas para operar). Como a pessoa não age, o Universo age. E eis o que significa esta carta: o Universo literalmente "operando" para que o abscesso seja purgado, que a dor seja retirada do coração. 


Imagine a situação de alguém que, insatisfeito no trabalho, não clama por mudanças e também não colabora. Alguém que está infeliz no casamento mas não pede o divórcio (ou chama pra DR), nem trata bem o companheiro. Ou que está descontente com sua situação financeira, mas não busca nem ganhar mais dinheiro, nem economizar. Todo mundo conhece gente assim - e certamente já agiu assim em algum momento na vida. Todas estas situações geram grande angústia e ansiedade. Você quer um futuro melhor, quer sair da situação dolorosa... mas espera não ter que ser VOCÊ a pessoa a agir. Porque não quer "bater de frente" com o chefe. Não quer magoar o(a) companheiro(a). Não quer passar sacrifícios financeiros. E vira um "seu Merda", como hilariamente apresenta a esquete do grupo "Terça Insana". Ou pior: uma pessoa que, literalmente, age às escondidas, boicotando a situação em que está. Ou as duas coisas. Afinal, será que o "seu Merda" não é assim justo para irritar a mulher?


O quadro engraçadíssimo do Terça Insana - Seu Merda - ilustrando
nossa situação do 2 de Espadas: quando 2 não querem, 2 não brigam. kkkkk... 


É nessa hora que o Universo entra em jogo e soa o apito: alto lá! Falta grave, você está expulso de campo!


Sim, pelo 3 de espadas, você foi expulso de campo. Você acabou perdendo o emprego, foi traído ou abandonado ou teve a sua conta bancária encerrada e seus bens apreendidos. Esta é a dor do 3 de espadas. Muitos olharão para essa situação e, claro, acusarão o destino: "não fiz nada (literalmente!) e agora perdi - meu emprego/marido-esposa/dinheiro. Por que, meu Deus?". Se sentirão injustiçados. Afinal, é natural pensarmos que merecemos um castigo somente se fizemos algo errado. Não se não fizemos nada. Mas nos esquecemos que a omissão também é um erro. Nos abstemos da conversa difícil, das cobranças, do sacrifício... e achamos que devemos ser poupados tanto quanto poupamos o outro da nossa interferência. Ledo engano! 


Pois bem: na vida, ou ganhamos ou aprendemos. E a lição do 3 de espadas é que se poupar de escolhas não torna nada mais fácil. Pelo contrário. Gera dor, angústia, mágoa. Olhe para como você anda deixando as oportunidades escaparem da sua vida por não querer se tornar responsável por elas. Deixe o passado no passado e coloque-se firme diante da vida. Embora a vida pareça sem sentido no momento, tenha fé na sua recuperação. É preciso fé, amor-próprio, perdão e tempo.  Dê-se agora ao tempo de curar suas feridas (é disto que trata a próxima carta, o 4 de espadas) e bola pra frente. Aprenda a lição e recomece, crente que, com a lição aprendida, você não errará novamente. Na vida, como diz bem nosso mestre Dalai Lama, é impossível evitar a dor. Mas o sofrimento é opcional.


4 comentários:

  1. Excelente explicação...tirei essa carta hj como tarot do dia e é beeem isso mesmo! Não dá pra ficar em cima do muro, chorando.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Melhor explicação que já li sobre essa carta. Gratidão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito grata, Adriana. Às vezes a gente só consegue enxergar algumas coisas quando olha o entorno, não? Bjs

      Excluir

Sobre Nós

RosaneTarot


Este é um blog de autoria de Rosane Kurzhals. Todos os direitos reservados. A reprodução total ou parcial do conteúdo aqui apresentada está autorizada, desde que com o consentimento da autora e citada a fonte. ;)








Últimas do Blog

recentposts

Postagem em destaque

Black Friday no Rosane Tarot

O Rosane Tarot embarcou no Black Friday!! De 25 a 30 de novembro (segunda à sábado), todas as consultas de Tarot estarão com  50%...